24 janeiro 2015

E o fuck you do ano vai para:

Imagem: Google

Essa é uma blogagem coletiva, e surgiu no lindo grupo Rotaroots da seguinte maneira:

"Das coisas que eu sempre quis dizer (mas nunca disse). Uma mágoa não declarada, uma piada que você deixou de fazer, uma declaração de amor não dita. Essa é sua chance de colocar este sentimento para fora."

Mas eu não tô aqui pra ser bonitinha e escrever cartinhas de amor pra gente que eu nem conheço mais. Inspirada pelo post da Carol e da Luciana, eu vou meter o pau e dizer o que nunca tive coragem para:

90% das pessoas que trabalham comigo: Parem de ser tão hipócritas/falsos/idiotas/imbecis/carrascos/mesquinhos/LIXOS e transformem o nosso ambiente de trabalho no mais harmonioso possível, afinal é nele que passamos a maior parte do nosso dia. Não estou pedindo para gostarem uns dos outros, mas o mínimo que se deve ter em um ambiente profissional é respeito. Todos os dias saio do trabalho com as mãos em carne viva, do tanto que coça de vontade de estapear cada uma das faces de vocês.

Vendedores e atendentes com cara de cu: Por que vocês inventam de trabalhar com isso se sabem que não terão paciência? E o que nós, clientes, temos a ver com a merda que é o teu trabalho? Tá insatisfeito? Pede demissão, porra. Vai estudar, procurar outro emprego, ou então engole a tua insatisfação e passa a tratar os clientes de forma decente. Afinal, é pra isso que tu é pago.

Agências de publicidade: Parem de requisitar estagiários com experiência. Puta merda, somos estudantes, o que mais queremos é uma oportunidade pra aprender. Não, na faculdade não tem prática, só teoria. Ou vocês nunca passaram por uma? E se todas as agências pedem experiência, isso quer dizer que todos os estudantes nunca terão uma chance. Ou seja, pra que vai servir nosso diploma no final das contas? Aloôu!

Você: É, você mesmo, que acha que as escolhas que eu faço para a MINHA vida não tem o menor sentido e que você, OBVIAMENTE, vive bem melhor que eu. Fuck you. Fuck you very, very much.

Agora ouve aí essa musiquinha:



3 comentários:

  1. AHAHAHAHAHAHAHA muito bom, Mari!
    E olha, teu layout tá lindão.

    ResponderExcluir
  2. Adoreiii HAHAHAHAH pra que melhor que o alívio de mandar certas pessoas pro lugar que merecem?
    Muito obrigada pelo link, seu blog é um amor <3

    ResponderExcluir
  3. Vendedores com cara de cú, acho que já fui uma atendente cara de cú, trabalhei durante 3 anos numa "fast Fashion" cujo o recursos humanos, era ó uma bosta, e que de mulher pra mulher ó, não tinha nada rsrsrsrs, trabalhava horas a fio carregando peso pra lá e pra cá, até que eu gostava mas não era o que eu realmente queria, foi meu primeiro emprego, e foi bom apesar de tudo, e convenhamos que apesar dos vendedores as vezes ter cara de cú, haja saco para clientes cú também, kkkkkkkkkkk.

    Agencias de Publicidade - Você leu o que eu coloquei ali em cima, sobre trabalhar em loja não ser o que eu queria, então, sou estudante do 3º ano de PP kkkkkkkkkk, e que parto é arrumar um estágio na area né, hoje trabalho como Designer Gráfico, mas antes de conseguir esse emprego, me joguei em várias vagas, todas pedindo requisitos absurdos para uma vaga de estágio, tudo bem que temos que ser multidisplinar, a área pede isso, mas poxa vida né...rsrsrsr

    ResponderExcluir

Mariany Gomes © , All Rights Reserved. BLOG DESIGN BY Sadaf F K.