24 agosto 2014

Deixa com o acaso

Imagem: We Heart It

Hoje ouvi, sem querer, a conversa de duas mulheres que estavam no mesmo ônibus que eu. Eram jovens, as moças, tinham seus vinte e poucos anos, mas o diálogo era bem desanimador para pessoas tão novas. Na verdade somente uma das mulheres parecia frustrada, a outra dava conselhos até que muito pertinentes sobre o assunto. As duas conversavam sobre quando uma delas, enfim, encontraria alguém para juntar os trapos, já que estava ficando "velha" e morria de medo de terminar a vida sozinha. Foi aí que a menos frustrada das duas disse o seguinte: "O problema é que tu procura demais. Tu é muito nova, muita coisa ainda vai acontecer. Deixa que o acaso faça a parte dele".

Achei a frase sensacional, "deixa que o acaso faça a parte dele". E é isso mesmo, sabe, tá na hora de a gente deixar o acaso fazer a parte dele. O mundo tá cada vez mais rápido e as relações parecem sempre ter data para começar e acabar. Tudo na nossa vida é milimetricamente programado e eu desconfio que seja justamente por isso que várias coisas dão sempre tão errado. Não deixamos a vida trabalhar, somos mais ágeis, planejamos o dia e a hora de nossas alegrias e tristezas. E quando algo inesperado (e incrível) acontece, nós nem sequer percebemos, já que não estava indicado no planner do mês.

Ninguém quer ficar sozinho, mas não acredito que seja necessário colunas e mais colunas de classificados anunciando príncipes e princesas. Até porque eles não existem. O fato é que "ir a caça" pode ser um desperdício de tempo, já que sempre procuramos aquele ser ideal, fantasia de nossas cabecinhas duras. Uma pessoa que não existe e, por isso, voltamos para casa mais frustrados do que quando saímos. Não parece mais existir aquela vontade de deixar o destino conduzir as coisas. Ninguém gosta mais de festa surpresa.

Quando que eu ia imaginar que estaria perdidamente apaixonada e prestes a casar com uma pessoa que mora há mais de dois mil quilômetros de mim? Nunca. Eu não programei nada, as coisas simplesmente aconteceram, o acaso fez a parte dele. Isso pra falar somente das coisas do coração, mas a vida tem várias outras vertentes que precisam de uma forcinha do acaso. 

Tá na hora da gente esquecer que existe um Google Calendar e prestar mais atenção no que 'de repente' acontece. Planejar não é o suficiente para ser feliz. (Ivan Martins)

3 comentários:

  1. Um texto ótimo para refletir !! Hoje vivemos para ontem e isso me irrita e estou mudando a maneira menos ansiosa de ser :)

    www.chadecalmila.com

    ResponderExcluir
  2. Olha, as vezes me pego na mesma frustração. mas é dificil quando a sociedade fica jogando na cara que vai ficar solteira com 3 gatos o tempo todo por ter 20 e poucos anos e ainda nao ter arrumado ninguém.

    Mas faz todo sentindo não pirar e deixar acontecer. Dizem que o amor vem quando menos se espera ne?

    ResponderExcluir
  3. é por isso que adoro surpresas. principalmente quando me autosaboto e resolvo marcar cervejinha com o meu primeiro namorado só 10 anos depois. coisa linda deixar a vida rolar, fluir, decidir por si só como as coisas podem ser divertidas.

    ResponderExcluir

Mariany Gomes © , All Rights Reserved. BLOG DESIGN BY Sadaf F K.