(Minha) Autoestima mandou lembranças

by - agosto 22, 2013

Em 23 anos de vida, não me lembro de um dia sequer em que tenha me olhado no espelho e dito: "Sou bonita!". Tenho um probleminha com minha atuoestima, mas não acredito que seja caso pra internação, terapia ou remédios tarja preta, só tenho consciência de que não sou lá essa Coca-Cola toda.

 Sei que essa coisa de "pessoas gostam de pessoas que gostam de si mesmas" está na moda e até faz certo sentido, ninguém quer estar perto de um ser que reclama o tempo todo, que não se valoriza e blábláblá. Eu até gosto de mim, afinal sou uma pessoa boa, costumo andar na linha, pedir por favor, dizer obrigada, nunca roubei, matei e até que tiro lá boas notas. O Q da questão é que não gosto do que vejo no espelho. Sou muito magrela e nariguda, sobra sutiã nos meus peitos, tenho olheiras que nem com corretivo ficam discretas, meu cabelo só fica razoavelmente aceitável depois de horas e horas de sofrimento. Enfim, fica difícil gostar de si mesma depois desse susto pós espelho, né?

 Dia desses um amigo elogiou minhas mãos, comparando-as a de uma pianista. Mas ora, além dele, quem é que repara em mãos? Alguns dizem que tenho o pé bonitinho, porque é minúsculo (calço 33/34), mas novamente te pergunto, quem é que repara em pés? Sinceramente eu não consigo ser tão falsa comigo mesma a ponto de me achar bonita. Confesso que tenho sérios problemas em termos de comparações, já que faço sempre com mulheres que nasceram pra serem emolduradas. Mas ué, elas sim são bonitas. Sou tão comum como qualquer outro grão de areia na praia. Não importa com que roupa eu esteja, se maquiada como palhaça, se num salto 15. No final da festa ainda serei eu. E eu lavarei o rosto, tirarei a roupa e descerei do 15º andar do sapato.

 Por God, não venham me dizer que não conseguem ver esse drama nas minhas fotos das redes sociais. Ainda tem alguém que acredita em fotos de redes sociais? A gente sempre tira do melhor ângulo, com a melhor luz e ainda abençoa com o incrível mestre PS. Experimenta acordar comigo (Rá!). Meu namorado diz que eu devo agradecer um elogio e não retrucar, como sempre faço, mas é que eu acho que a pessoa quer tirar uma com a minha cara, sabe? Poxa, eu tenho espelho em casa, sei que não sou tudo isso que pintam, detesto "me achar". Morro de vergonha de responder um "obrigada" ao término de um elogio, parece tão falso da minha parte agradecer por algo que eu não sou/fiz para ser. Sei que é falta de educação, mas poxa, sei lá, diz que eu sou legal =D

 Sei lá, quem sabe depois que eu ficar rica e puder comprar um corpo novo, uma cara nova e um cabelo novo, não seja mais de bem comigo mesma, né? Até lá, vou ouvindo que pareço com Wanessa Camargo, Anitta, Shakira e mais uma pá de mulheres um milhão de vezes, indo e voltando, mais bonitas que eu.

Com quem meu namorado diz que eu pareço:


@melanieiglesias (Modelo e VJ americana)

Com quem eu gostaria de parecer: 


Emma Watson (Dispensa comentários)

Como eu realmente sou:


Charlene da Silva Sauro

Foi engraçado, vai... Hahahahahahaha!

You May Also Like

3 comentários

  1. Posso dizer que me identifiquei com o post? Mas é verdade. E ultimamente é que a coisa tem estado séria mesmo... nem vou comentar kkkkk
    Também não sei responder a elogios e sempre acho que a pessoa está só sendo educada ou tirando com a minha cara.

    Enfim, hahaha o vida difícil.

    ResponderExcluir
  2. Nossa! achei o texto bem dramático, até porque não consigo acreditar que alguém se ache tão feia assim! até eu que sou baixinha, gordinha e sofro bullyng desde a época daescola! hahahahah
    Mais de fato foi engraçado (no final) kkkkkk

    ResponderExcluir
  3. Ah vá! Hahaha euri do post, mas realmente é um dramalhão mexicano. Claro que todas queremos ser a Emma, mas né, nem é questão de se achar bonita, é questão de ter noção do nosso próprio valor.
    Gostei muito do blog :3

    ResponderExcluir